O que esperar do Russian State Ballet?

Na quinta-feira (12 de maio) nós assistimos a uma apresentação do Russian State Ballet no Teatro Castro Alves, em Salvador (BA). A programação, como esperado, contou com trechos de vários ballets famosos – a maioria pas de deux –  e teve duração aproximada de duas horas.

Mas o que teve? Bom, teve muito bailarino bom, algumas decepções, mas, no geral, adoramos a experiência. É diferente, de fato, ver os russos no palco, pois a colocação dos braços (bem esticados, chegando até a ficar hiperextensos) e aquelas coisinhas que já falamos sobre extensões, velocidade e explosão.

De cara, sentimos falta de um programa! A gente adora saber quais são os bailarinos que vão dançar, bem como a ordem das danças. Os nomes foram anunciados antes das danças, mas, mesmo assim, é difícil gravar. Fica a dica, produção!

 

carmen
As linhas de ‘Carmen’ (Foto: Tomas Kolisch Jr/ Divulgação)

Vamos às apresentações: assistimos A Morte do Cisne; Carmen; A Bela Adormecida; O Quebra-Nozes, pas de deux do cisne negro; Romeu e Julieta; Sherazade; A Dama e o Vagabundo; pas de deux de Escrava e Mercador, d’O Corsário; e Spartacus.

Adoramos a bailarina Viktoria (por motivos de falta de programa não sabemos exatamente o nome dela! Apenas que dançou Carmen, Romeu e Julieta e brilhou em Spartacus). Foi a dançarina mais completa, que abusou das linhas, da flexibilidade e controle nos giros e balances.

O partner dela, Abel (?) também foi muito feliz nos repertórios, em especial nas codas. Saltos super controlados e, o mais importante: pés esticados!

Outra que arrasou nos giros e no carão foi a que dançou o pas de deux do cisne negro. Apesar de não ter um développé na orelha, controlou super bem os fouettés e as descidas.

Poréns

Se tivemos performances lindas, tivemos algumas que não foram lá de encher os olhos. No pas de deux de A Bela Adormecida, a bailarina Marta (?) não parecia muito confortável com o papel – talvez muito ‘delicado’ para ela. Em Sherazade (achamos que foi a mesma bailarina) ela se ‘encontrou’e foi bem melhor. Os fouettés de Dalia, bailarina que dançou O Quebra-Nozes e O Corsário, deixaram a desejar. Uma pena, porque até então ela estava super bem nos dois papéis: super delicada e com linhas lindas!

Entendemos que quando uma apresentação é composta por divertimentos, fica complicado investir num cenário que case bem com todos os trechos. Mas normalmente um bom jogo de luz no fundo branco resolve! No TCA, o fundo era escuro, e não valorizou a iluminação – ou alguns figurinos.

damaevagabundo
Trechinho de ‘A Dama e o Vagabundo’, ballet que não conhecíamos (Foto: Divulgação)

Valeu a pena?

Se você ainda está na dúvida se deve ou não assistir, nós recomendamos. Apesar de alguns pesares, a apresentação é muito amarradinha e os trechos são de ballets lindos, com algumas versões diferentes (não conhecíamos a de Romeu e Julieta, por exemplo!) que podem incrementar ainda mais sua biblioteca de repertórios! Não foi muito diferente do que Anastasia Kazakova (que infelizmente não vimos dançar) nos disse.

 

Anúncios

8 comentários sobre “O que esperar do Russian State Ballet?

  1. Eu já assisti o Russian State Ballet uma vez, quando eles trouxeram A Bela Adormecida pra SP. Eu gostei, mas confesso que deixou a desejar… principalmente pela escolha do local da apresentação, que não foi o mais adequado pra um espetáculo de ballet. O palco era muito pequeno e senti os bailarinos limitados. Foi uma montagem suíte, com apenas um cenário na peça toda e, ao que parece, figurinos misturados de vários repertórios. Não era uma montagem genuína, pelo menos se compararmos com as fotos de divulgação.
    No geral, foi uma boa apresentação, mas esperava bem mais….

    Curtir

  2. Tive a mesma sensação! Gostei da apresentação, mas esperava mais da companhia – principalmente pelas fotos de divulgação.

    Curtir

  3. Sempre temos grandes expectativas quando são bailarinos Russos, né?!
    Que pena que eles não foram tãããão bem assim! Aposto que Zakharova não deixaria a peteca cair de jeito nenhum! rs

    Também gosto muito de ter a programação em mãos, além de valorizar os bailarinos (para sabermos os nomes deles – uma vez que não são nomes comuns a brasileiros -, também para eles mesmos colocarem nos portfólios deles, etc).

    E qual a média de preço dos ingressos?

    Curtir

    1. Verdade! Uma Zakharova da vida, Evgenia Obraztsova ou Ekaterina Shipulina jamais decepcionariam! Mas faz parte 🙂

      Os ingressos variam muito de cidade para cidade, então escolhemos não colocar esse dado porque poderia ser muito inexato. Em Salvador variou dos R$ 50 (meia) a R$ 280 (inteira), a depender do lugar.

      Curtir

  4. oh, obrigada pelas informações! vi o ballet em recife e em uma das apresentações o…locutor(?) perdeu a deixa e não falou de qual peça era a dança seguinte! falou no final mas no meio dos aplausos nem ouvi! descobri aqui que foi o corsário hahaha
    também senti falta de um programa!! queria muito pra levar pra casa de lembrança e pra ter registrado as apresentações direitinho… já tinha até esquecido de uma delas! um cenário seria legal também
    bem, eu acho que ver uma peça inteira é mais legal, mas já sabia que iam ser trechos então está tudo bem! pelo menos assim vi danças de balés que não conheço! o público curtiu e tinha uma galera bem animada quando um dos bailarinos fazia um movimento mais impressionante (fico imaginando o que os bailarinos pensam disso, pois imagino que na Rússia não é assim? não sei). cisne negro arrasou! carmem também foi legal! etc
    é, acho que não divulgaram direito, geralmente colocaram foto e filmagem das peças em si, e os sites de notícia diziam que tinham 20 bailarinos, sem especificar que na apresentação tinham menos (já que os outros estão em outras cidades), e citaram uma ou outra peça que não fazia parte da apresentação (pelo menos não a qui vi aqui, mas você parece ter visto os mesmos números, então…)

    Curtido por 1 pessoa

    1. ah, pelo menos eu imagino que os outros bailarinos estejam em outras cidades né, é o que faz sentido pra mim. ah, e anunciaram no final do espetáculo que o próximo será o quebra-nozes, mas não disseram quando…no fim do ano, eu imagino? (perto do natal…)

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s