Julimel: “É gratificante saber que meu blog ajuda as pessoas”

Hoje o OITO TEMPOS conversa de blog para blog. A entrevistada da vez é a queridíssima e super atenciosa Juliana Mello, mais conhecida pelo apelido de Julimel, dona do Vídeos de Ballet Clássico. O blog começou em agosto de 2009 como uma comunidade do extinto Orkut, com o intuito de compartilhar vídeos de espetáculos de ballet completos para download. Atualmente com seis anos de existência, o blog já conta com acervo de mais de 300 títulos, e segundo as palavras da própria Juliana “não vai parar tão cedo”!! Assim esperamos!!!

Conte um pouco da sua vida de bailarina para nós. Como começou o seu amor pelo ballet?

11041262_800785480003985_1391634314016194052_n
Espetáculo “Era uma vez… uma Cigana” – inspirado no ballet Paquita (foto: Arquivo pessoal)

“Delicada, toda de branco e na ponta dos pés. Essa é a imagem da bailarina que toda menina sonhou um dia ser”. Essas palavras, ditas por Inês Bogéa no documentário Uma Roupa que Dança, produzido pela São Paulo Companhia de Dança, simplesmente não me definem. Eu sempre gostei das artes, fiz aulas de teatro e de piano clássico, e eu até já tive algumas experiências com dança na infância, mas ela nunca fez os meus olhos brilharem. Porém, dizem que quando é pra ser, tudo conspira de maneira divina! Aos 14 eu tive contato com a peça O Quebra-Nozes, e após assistir uma montagem completa com o Teatro Municipal de São Paulo, eu me apaixonei completamente! Eu sempre digo que essa peça é o meu marco zero. Eu comecei nas aulas pra valer aos 22 anos, curso o método Royal Academy of Dance, e esse ano vou prestar exame para o Grade 7. Além disso, eu faço faculdade de jornalismo, e foi o blog que me fez descobrir que eu levo jeito pra essa profissão.

O que te levou a começar o blog e disponibilizar os vídeos para download?

Compartilhar vídeos e informações sobre dança com as pessoas remonta o meu próprio desejo de ter uma coleção de DVDs de Ballet, e acredito que tudo iniciou com a vinda para o Brasil da coleção O Melhor do Ballet. Eu adquiri o primeiro fascículo, e como eu não pude prosseguir, eu comprei outros DVDs por outros meios, como sebos e lojas especializadas. Mas ainda assim, é meio complicado, pois por não haver divulgação desse tipo de material, os preços não são muito convidativos. De repente, eu não sei dizer exatamente quando, veio a ideia de procurar os DVDs pra baixar na internet. No início não era fácil, eu usava programas específicos pra fazer os downloads. Certo dia, eu estava zanzando pela net e encontrei um site que disponibilizava esse tipo de material de forma fragmentada, e aí veio o insight: abrir uma comunidade no Orkut e compartilhar com todo mundo! Assim, no dia 24 de agosto de 2009 surgiu o Vídeos de Ballet Clássico. De primeira, eu colocava os links do jeito que eu achava, mas com o tempo eu percebi que muitos vídeos tinham falhas (não estavam completos ou estavam fora de sincronia). Por isso eu comecei a verificá-los antes de publicar, e eu passei a ser criteriosa com a qualidade dos vídeos. O formato de blog surgiu alguns meses depois, no dia 19 de dezembro, pois nem todo mundo tem perfis em redes sociais, e assim o acesso ao conteúdo poderia ser muito maior!

Você acha que mais pessoas se interessaram por dança através do seu blog?

Eu acredito que a dança tem um poder transformador, e como dona do blog, eu já recebi muitos relatos que me deixaram emocionada! Pessoas que, com a ajuda do blog, fizeram trabalhos de faculdade, puderam responder questionários de suas escolas de ballet, utilizaram os vídeos pra estudar uma peça que iam remontar e/ou dançar.

A história mais recente é de um leitor do Mato Grosso, que com o acervo disponibilizado montou um projeto no centro cultural da cidade dele, no qual todo final de semana ele faz a exibição de ballets de repertório. É muito gratificante saber o quanto essa minha iniciativa ajuda as pessoas de alguma forma, e é isso o que me mantém motivada a seguir em frente.

1662298_801250626624137_5665635959473154617_n
Coreografia “Tarantella” , inspirada no ballet Anyuta (foto: arquivo pessoal)

Você já disponibilizou muitos títulos em seu canal. Tem algum deles que, por mais que você já tenha visto, você sempre assiste a uma nova versão de uma companhia diferente?

Tchaikovsky é o meu compositor preferido, e por isso eu tenho um carinho muito especial pelos ballets que ele compôs. Não por serem os mais famosos, e sim porque eles me emocionam. Mas eu costumo dizer que aqui é como coração de mãe: sempre cabe mais um! A vantagem de ter um blog assim é poder conhecer todo tipo de ballet, e eu gosto de me deixar encantar pelas diversas leituras que uma mesma peça pode ter, e também descobrir títulos novos. E eu vou confessar uma coisa: até hoje eu nunca consegui assistir todo o acervo do blog! Daqui a pouco, serão 365 vídeos postados, vai literalmente dar pra ver um vídeo por dia durante um ano inteiro! Será que alguém consegue essa façanha?

Recentemente você tem encarado o “sumiço” de parte de vídeos em sua conta. Fez até mesmo um post dentro do seu blog sobre isso, apontando um possível responsável sobre a questão. Como você está lidando com isso (sabendo das dificuldades para fazer upload de cada parte de ballets grandes)?

Lidar com esse tipo de situação é sempre complicado. Certa vez, eu enfrentei um problema semelhante, quando cheguei na faixa de 100 vídeos publicados. Na ocasião, foi por causa do próprio servidor que eu usava (o Mediafire), que mudou as políticas e eu precisei encontrar um novo pra continuar sem maiores dores de cabeça. Só que agora é diferente… Dá um pouco de raiva pensar na possibilidade de que alguém quer atrapalhar o projeto, e muitas vezes, me sinto remando contra a maré. Tudo o que posso fazer é respirar fundo e ter paciência. Recentemente, eu descobri um recurso no próprio 4shared que, ao que parece, deu uma trégua no sumiço, e ao mesmo tempo, acho que confirmei a suspeita de sabotagem. Vamos ver, daqui pra frente, quais serão os próximos capítulos… Mas uma coisa é certa: haja o que houver, o Vídeos de Ballet Clássico não vai acabar!

Quais são os planos futuros para o blog? Algum outro projeto futuro seu dentro dessa ideia de conteúdo de dança?

Bom, ainda há muito material em vídeo pra compartilhar! Aos poucos, tenho entrado nas peças modernas e contemporâneas, o plano é disponibilizar o maior acervo possível. Um projeto em andamento, e que espero lançar ainda esse mês, é o meu canal no YouTube, onde pretendo abordar as histórias do ballet de um jeito bem dinâmico e divertido. Penso também em abrir duas divisões no blog: uma só pra filmes de dança, e outra para CDs, mas isso não é pra agora. Primeiro, quero resolver de vez a questão do sumiço dos vídeos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s