Natal sem culpa!

Felicidade em O Quebra Nozes do Royal Ballet, 2009. Foto: ROH, Johan Persson
Felicidade da Elizabeth Harrod em O Quebra Nozes do Royal Ballet, em 2009. Foto: ROH, Johan Persson

Fim de ano é aquela coisa: confraternizações, reuniões de família, amigos-secretos, Natal… Em comum, uma coisa: comida! Alimentos muitas vezes gordurosos e que evitamos a todo custo durante o ano.

Mas será que todos esses alimentos são ruins, mesmo? Tem como fazer uma ceia de Natal saudável, sem precisar ficar só nas frutas? Conversamos com a nutricionista Maria Melo, que tranquilizou a gente! Maria está se especializando em nutrição para pessoas com restrições alimentares, e está lançando a própria linha de produtos vegetarianos, sem glúten e sem lactose, o Pratododia.

Mas voltemos ao ‘problema’: Ela explicou que quem dança com regularidade normalmente tem o metabolismo mais acelerado e, que, mesmo de “férias”, o corpo queima calorias com rapidez. Mas isso não dá carta branca para ‘enfiar o pé na jaca’:

“Deve haver atenção principalmente na ingestão dos carboidratos, priorizando os complexos e de baixo índice glicêmico, encontrados nos alimentos integrais, nas raízes e tubérculos (como batata doce, arroz integral e aipim/mandioca), que são de digestão lenta e assim mantém o metabolismo acelerado”, diz Maria.

frutas-secas
Nozes, castanhas e amendoins são excelentes fontes de gordura boa! Foto: Reprodução

Uma boa notícia: gorduras (boas!) estão liberadas em moderação. Segundo a nutricionista, não devemos ultrapassar de 15 a 20% da ingestão diária, e devemos preferir as oleaginosas: castanhas, amêndoas, sementes e abacate, que são importantes para o desempenho nas atividades físicas.

Mas e na ceia de Natal? Segundo Maria, o peru assado está liberado, especialmente se for sem pele. Se você puder apitar na forma de cozimento, prefira marinar a ave no chá de ervas, vinhos ou sucos (os de maracujá e laranja são excelentes!) a refrigerantes e molhos prontos, como shoyu ou inglês. No prato podem constar frutas secas como a uva-passa – é uma excelente fonte de energia com baixa caloria! -, e as crucíferas, como a couve e o brócolis.

E gordice, pode? Pode, mas com algumas mudanças. “As rabanadas, por exemplo, podem ser feitas no forno ao invés de fritas, assadas e regadas com leite e canela. A canela é um alimento termogênico que acelera o metabolismo”, explica. “Já para a sobremesa, optar por preparações com frutas naturais, como um mousse de frutas, como damasco, manga, banana com cacau em pó ou chocolate amargo. E quanto ao panetone, se for possível, de farinha sem glúten ou farinha integral e de frutas”, completa.

Maria também deixou aqui uma lista de substituições para fazer na ceia. E, claro, que você pode levar para a vida! 🙂

Salpicão: trocar o creme de leite ou maionese pela biomassa de banana verde, que representa um alimento funcional de baixo índice glicêmico e importante fonte de carboidrato, vitaminas e minerais.

Risoto: substituir o arroz arbóreo convencional pelo arroz integral com lentilha e oleaginosas, como castanha do Pará ou castanha de caju, nozes e amêndoas.

Farofa: usar a farinha de mandioca, que tem o índice glicêmico menor que a farinha de milho. Mas o ideal, mesmo, é usar sementes de linhaça, abóbora e chia, que são ótimas fontes de lipídios.

Lentilha: usar no lugar do feijão – e não apenas nas festas! É uma proteína vegetal de ótimo valor nutricional, rica em vitaminas A, C e do complexo B, potássio e ácido fólico, de baixa caloria e de fácil cocção e absorção do sabor dos outros alimentos, podendo ser usada em saladas, sopas, risotos.  Maria salienta que a combinação com o arroz é muito importante para a complementação dos aminoácidos essências.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Natal sem culpa!

  1. Adorei a postagem Ju! Sendo vegetariana desde criança, sempre gostei dessas alternativas não só para as comidinhas de Natal, mas pra vida haha. Beijos e muito mais sucesso pra esse blog maravilhoso em 2016!

    Curtir

    1. \o/ que bom que gostou, Auro… Tati! 🙂 Queremos que o blog não apenas informe e ajude a melhorar a técnica dos bailarinos, mas colabore com a saúde também!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s